Estrelas do Mar
fortificações costeiras de Portugal continental



equipa



Pedro Abranches Vasconcelos

Nasce em Coimbra a 1 de Julho de 1968. Vive no Porto desde 1970.

Licencia-se em Arquitectura pela FAUP em 1993, com a média final de 15 valores, inscrevendo-se no mesmo ano na Ordem dos Arquitectos com o nº 5412.

Trabalha desde o 2º ano, inicialmente como colaborador de Graça Nieto Guimarães (1988- 89), mais tarde como colaborador estagiário e depois como co-autor com Henrique de Carvalho (1989-1995).

Em 1995 estabelece-se com atelier próprio, que mantém ininterruptamente até hoje. Trabalha quase sempre sozinho, com colaborações pontuais de co-autoria com outros arquitectos.

É relator do Conselho de Disciplina da SRN da Ordem dos Arquitectos entre 2000 e 2002.

Entre 1998 e 2000 é director técnico da filial portuguesa do empreiteiro alemão GleissHootz. Entre 2004 e 2009 é assistente das disciplinas de projecto do 4º e 6º ano do curso de Arquitectura da ESAP.

Tem no prelo uma monografia sobre a Torre das Águias, nos arredores de Brotas.

Cria e gere 2 páginas virtuais, Quaestio de Acqua et Terra e Walls as Rooms, dedicadas a fortalezas marítimas e a edifícios com tanto de massa como de vazio, atlas de exemplos que partilha.

É pai do Vasco Bleck Vasconcelos (2009).



Carlos Machado e Moura

Nasceu no Porto em 1982. É arquitecto (FAUP, 2006) pós-graduado em Património Arquitectónico (CEAPA-FAUP, 2013), doutorando (PDA-FAUP; FCT, 2015) e investigador integrado do Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Universidade do Porto (CEAU-FAUP).

Integrou projetos Europeus sobre regeneração urbana e desenvolvimento local (2006-07; 2013-14) e leccionou na Universidade de Florença (2009/10). Exerce atividade de arquitecto como liberal ou no atelier MAVAA que fundou em 2010, sendo co-autor de obras como a Escola de Sant’Albino (Montepulciano, Itália, 2016), menção honrosa do Premio Architetto Italiano 2020.

É co-autor do livro Casas Quinhentistas de Castelo Branco (CMCB/Argumentum, 2008), autor de Building Views (Circo de Ideias, 2017) e foi membro da equipa editorial do Jornal Arquitectos (2016-19).

Coorganizou as iniciativas AsSALTO, Dois Dias e Meio e Aulas de Autor (CEAU-FAUP, 2016-19), foi curador-assistente da exposição Físicas do Património Português: Arquitetura e Memória (DGPC/MAP, 2018-19) e do Open House Porto 2016.

Actualmente colabora com a Jofebar/panoramah!®, é Working Group leader da Acção COST 18126 Writing urban places (2019/23) e investigador do projecto (EU)ROPA – Rise of Portuguese Architecture (CES-UC, 2018/21).

É pai do Tiago (2011) e do Nuno (2012).